Entrevista: Susi Godoy


    Resolvi criar a categoria ENTREVISTA aqui no blog, porque existe muitas pessoas que merecem o reconhecimento pelo trabalho que faz, e não são todas as pessoas que as conhecem... Então, abri esse espaço para apresentar a vocês vários profissionais que eu admiro e que merecem sua admiração também. Confesso que morro de ciúmes de apresentar pessoas novas pra vocês, mas sei que eles merecem o reconhecimento de todos!

    E a pessoa que abrirá a nova categoria, é uma fotógrafa linda e fofa chamada Susi Godoy, que conheci a partir de uma sessão de fotos que ela fez da modelo Nah Cardoso. Eu simplesmente me apaixonei pelas fotos dela, e me arrisquei a adicionando no face, pensando: "Ah ela nunca vai me aceitar, mas tudo bem, sou cara de pau mesmo", kkkk. E para minha surpresa ela me aceitou! 

    Fui conhecendo o trabalho dela e me encantando cada vez mais. Não foi difícil fazer a escolha de qual fotógrafa seria a primeira a ganhar um espacinho aqui, me arrisquei de novo perguntando pra ela se ela gostaria de fazer uma entrevista para o blog, e descobri que a Susi além de ser uma ótima profissional, é humilde. Humildade é tudo em um fotógrafo, sério gente. Não tem coisa pior do que fotógrafo que só pensa em si, e não gosta de se "doar" para o próximo. Então que tal conhecer um pouco mais da Susi Godoy?

Nome: Susi Roberta Preto de Godoy 
Idade: 27 anos 
Cidade onde mora: São Paulo, SP


NAHBOA: Quem é Susi Godoy?
SUSI: É difícil se auto definir, muito difícil eu diria. Mas considerando algumas características bem fortes minhas eu poderia dizer que sou uma menina de 27 anos, em constante "construção". Digo isso pois me considero madura em várias coisas mas infinitamente infantil em tantas outras. E construção por ser um processo muito demorado se auto descobrir e ser feliz consigo mesma. Mas entre as características fortes e bem conhecidas dos que estão ao meu redor são: braveza, senso de humor, generosidade, coragem e busca pelo equilíbrio.
NAHBOA: Como começou a sua paixão por fotografia? E com qual idade começou a fotografar?

SUSI: Eu sempre fui fascinada por fotografia, desde sempre. Porém era por tudo, natureza, pessoas, viagens, cotidiano, mas há cerca de 3 anos que eu comecei a me dedicar aos retratos femininos.
NAHBOA: Para você o que leva uma pessoa ser reconhecida/reconhecido como fotógrafo?

SUSI: Eu acredito muito no diferencial. Acho que quando uma pessoa sai da zona de conforto de fazer o mesmo que todos fazem, já aumentam as possibilidades de ser algo reconhecido. E pra isso é preciso talento e muito estudo.
NAHBOA: Você se considera uma fotógrafa profissional?

SUSI: Eu acredito que isso é apenas um rótulo. Conheço vários "amadores" que tem uma sensibilidade e um trabalho de muito maior valor artístico que muitos fotógrafos profissionais que estão há anos no mercado. Eu sou amante de fotografia, e gosto de retratar pessoas, acho que isso já basta como forma de identificar o que faço.
NAHBOA: O que você mais ama fotografar? Exemplo: animais, pessoas, paisagens e etc...

SUSI: Eu gosto de retratar pessoas. E além disso a personalidade de cada uma delas.
NAHBOA: De onde vem sua paixão por fotos nuas ou seminuas?

SUSI: Eu gosto muito do nu e semi nu ou de figurinos neutros por serem atemporais, não falarem de personalidade e nem de moda atual. Por isso nos meus ensaios sempre uso figurinos neutros quando não faço nu e semi nu ou temáticos. E gosto muito do nu como forma de usar as formas do corpo afim de expressar sentimentos. O corpo fala e é fantástico poder registrar isso.
NAHBOA: Qual a música que te inspira na hora de fotografar?

SUSI: Músicas tristes me inspiram muito. Gosto muito de ouvir quando estou pensando em algum conceito. Talvez por isso a maioria dos meus ensaios tem um pouco do cotidiano melancólico. Mas nunca quis focar em sentimentos negativos, isso é apenas uma forma de tirar o apelo sexual das fotos e direcionar para algo mais dramático.
NAHBOA: Dê uma dica: Qual o melhor programa para editar fotos?

SUSI: Eu só edito com o photoshop CS5. Porém a maioria dos fotógrafos que conheço e admiro usam o lightroom e o photoshop juntos.
NAHBOA: Qual é a sua câmera e lente preferida?

SUSI: Eu continuo com a mesma câmera que me iniciei na fotografia de retratos há 3 anos atras: uma Canon Rebel T1i e uma lente 50mm 1.8 Por enquanto considero que elas atendem as minhas necessidades. E procuro evoluir a técnica primeiro para depois pensar em evoluir os equipamentos.
NAHBOA: Você leva a sua câmera para todos os lugares, ou costuma levar apenas um celular para fotografar quando encontrar algo interessante?

SUSI: Isso é algo muito interessante e pessoal, ao meu ver. Porque conheço várias pessoas que gostam de registrar tudo, mas eu raramente levo minha câmera para algum lugar. Uso celular sim para alguns registros. Mas como a minha vida é muito corrida tenho pouco tempo de lazer, então esses momentos com família, namorado eu prefiro viver e com isso acaba não dando tempo de fotografar.
NAHBOA: Conte-nos qual foi a sua melhor experiência como fotógrafa, e qual foi o seu maior mico enquanto estava fotografando...

SUSI: Uma das experiências mais marcantes pra mim foi um ensaio que fiz em 30 minutos com minha irmã, onde não tínhamos produção alguma e nem conceito e mesmo trabalhando do zero eu gostei muito do resultado. Confiram o ensaio completo.
E o maior mico foi ser abordada por policiais que desconfiavam que a modelo que eu
estava fotografando era menor de idade. Foi numa cidade do interior, e várias pessoas passaram perto enquanto estávamos resolvendo a situação, foi um tanto quanto constrangedor, mas tudo foi resolvido já que a modelo era maior de idade e só estávamos fotografando.

NAHBOA: Cite alguns fotógrafos que você admira. (Tanto famoso, quanto “desconhecido”)

SUSI: Eu gosto muito do trabalho do Jan Scholz (micmojo), Hannes Caspar (bluecut), Fabio Stachi e Thiago Ramos.
NAHBOA: Para você, qual é o erro que não pode existir em uma foto?

SUSI: Eu acredito que fotografia é muito pessoal, e nunca julgo certo e errado pois acho que partindo desse ponto só o autor sabe o que quis passar e quais erros e acertos cometeu, e que alguns deles podem ser propositais então não cabe a mim julgar. 
Um exemplo disso é um fotógrafo que fez uma foto com a linha do horizonte torta pois queria passar a ideia de desequilíbrio, e outro que faz fotos desfocadas ou com sombra do rosto pois é um projeto onde as modelos não querem ser identificadas. Mas nas minhas eu acredito que quando a foto está muito estourada ela rouba uma atenção desnecessária e pode tirar o foco do que realmente importa.
NAHBOA: Dê dicas para as pessoas que estão começando agora a fotografar, e pretendem levar isso como profissão:

SUSI: Eu sempre aconselharei a investir em conhecimento. E em inspiração, não em referências. Buscar dentro de ti, das tuas experiências, do que faz sentido pra ti a inspiração, pra que tua fotografia tenha tua verdade, não somente siga referências de outros fotógrafos.
NAHBOA: Uma frase que te define:

SUSI: A frase da minha vida é de uma musica: "Coragem é agir com o coração". E tenho uma tatuagem: "Tanto amor", e isso é em tudo, na fotografia e na vida.

TOP 3°:
1° Mostre a primeira foto que você tirou na sua vida com uma câmera Profissional:
Mostre a foto que você considera ser a melhor de todas:
Mostre a foto que você considera ser a pior de todas:


1° Foto:


       A primeira: Foi uma foto clichê com reflexo onde a câmera aparecia muito. Totalmente normal pela euforia de ter uma câmera nova. E bem superexposta também pois nem sabia ajustar ainda no modo manual.

2° Foto:


A melhor: Considero uma das melhores por que gosto muito do clima, da composição e da carga emocional que tem nessa fotografia.

3° Foto:


A pior: Considero a pior porque idealizei a foto com clima solar e os envelopes de cartas boiando na água. Porém tinha uma leve correnteza mas que foi o suficiente para que eles fossem por água abaixo e também estava muito nublado, não teve clima algum do que imaginei.

    E aí curtiram a entrevista? Eu AMEI! A Susi é uma fofa, respondeu tudo com carinho, simplesmente porque ama falar sobre fotografia. Adorei conhecê-la melhor.

Para terminar o Post, "roubei" algumas fotos do blog dela que eu mais gostei, vejam:


























Todos os ensaios fotográficos dela você pode acompanhar nas redes sociais:

Fan page | Fan Page 2 | 500px | BLOG | 


Instagram: @susigodoy