Meu bichinho de estimação: Esquilos da Mongólia


    A categoria "Meu bichinho de estimação", será para falar sobre os animais em geral, simplesmente porque eu sou apaixonada por animais, vou indicar alguns pra vocês comprarem, e quem tiver um bichinho de estimação que comente sobre ele pra mim!

 Para começar essa categoria vou falar sobre Esquilos da Mongólia -a história do que eu já tive, e as que tenho agora-, eles também são conhecidos como Gerbil. *-*


Tudo começou quando fui a um Pet Shop procurar tartaruguinhas para comprar... Chegando lá o dono do Pet disse que é proibida a venda de tartarugas e quem tiver uma pode ser até preso. Fiquei completamente decepcionada, até porque, quando era criança minhas primas tinham uma tartaruga muito fofa, achava incrível e sempre quis ter uma. Mas foi aí que observando o Pet Shop encontrei um aquário com vários esquilos, e eu pensando que era rato porque nem sabia que existia esquilo doméstico, passei o maior mico no Pet... Foi aí que comprei meu primeiro esquilo, se chamava Theodore, adivinham por quê? Claro que era por causa do Theodore do Alvin e os Esquilos. *-* Afinal, eu sou apaixonada por esse filme! Haha. Sem falar que minha mãe o escolheu porque era o mais gordo e o mais bagunceiro do aquário!



     04 de agosto de 2012 – está aí um dia que eu nunca vou me esquecer! Foi o dia que eu comprei o Theodore e que ele mudou completamente a minha vida... Eu estava totalmente deprimida, cansada da vida e das coisas que estavam acontecendo... Brigava demais com meu namorado, ficava muito mal com isso e não sabia o que fazer! Até que ele chegou pra completar meus dias, pra me deixar mais apaixonada pela vida, ele foi um grande companheiro até 14 de novembro de 2012. Foram poucos os dias ao lado dele, mas o suficiente para ele me fazer feliz! Por mais que ele me mordia o tempo todo, até porque esquilos da Mongólia são selvagens. O único problema desses bichinhos é que eles não acostumam com a gente e sempre dá uma mordidinha pra gente não pegar eles. Mesmo assim eu o amava de paixão! Deitava na cama e deixava-o solto, passeando e correndo envolta das minhas pernas. *-* Todos os dias quando acordava para ir trabalhar eu o deixava andando encima da mesa, até que um dia, minha mãe deixou a porta da cozinha aberta e o Theodore caiu no chão, depois disso só ouvi as patas da minha cadela correndo atrás do Theodore, quando me aproximei da mesa o vi correndo desesperado dela, mas infelizmente não deu tempo de pegá-lo e ela o abocanhou levando-o para fora de casa, foi apenas uma mordida e o Theodore estava sangrando, morto em minhas mãos! Aquele foi um dos piores dias que vivi, perdi uma parte de mim, não sei da onde tirei forças pra ir ao serviço, mas fui. :/

Depois disso, passava dias chorando pelo Theodorzinho (só chamava ele assim), e não era qualquer choro não! Eram lágrimas que não paravam de cair, eu chorava alto, tremia, pensava no quanto ele estava me fazendo falta, minha mãe e meu namorado não sabiam o que fazer mais... Ninguém poderia substituir o Theodore na minha vida!


    24 de novembro de 2012 – Não aguentava mais viver sem o Theodorzinho, e resolvi que compraria mais 1 esquilo, não para substitui-lo; até porque isso nunca irá acontecer, era apenas pra ver se aquela falta passava... Estava cansada de olhar a gaiola do Theodore vazia, com o que restou dele. Então fui até um criatório de roedores, e lá encontrei duas irmãzinhas encantadoras! Apaixonei-me por elas, e resolvi leva-las para casa. Uma se chama Cristal por ser branquinha, e a outra Mel que é a mesma cor do Theodore. Elas além de ser fofas, são apaixonadas uma pela outra... Tanto que eu até levei a Cristal pra cruzar, mas no fim não quis, pois sabia que elas não poderiam mais ter contato depois que a Cristal desse filhotes, e eu com certeza não acabaria com o amor delas né? Ao contrário do Theodore, elas não mordem toda hora, a Cristal é a mais carinhosa, ela deixa pegar, fazer carinho... Já a Mel... Ihh... Ela é muito nervosinha, até hoje não acostumou com meu cheiro. Mas mesmo assim amo elas demais! Dormem no quarto comigo e com o Dereck – dentro da gaiola é claro -. Espero tê-las por um bom tempo, mesmo sabendo que esquilos duram apenas 2 anos, no máximo 3, mas se cuidarmos com muito amor, com certeza eles viverão mais! Hoje faz 9 meses que tenho minhas esquilinhas, e se depender do meu amor e carinho elas viverão muitos anos. *-*



Sei que o post ficou comprido, mas é por uma boa causa! Quis compartilhar minha história com vocês, para provar que Esquilos da Mongólia são apaixonantes! E eles não dão trabalho algum, é super fácil de cuidar, pois eles tomam banho sozinhos com pó de mármore, você compra a banheirinha apropriada pro banho deles, coloca uma colher de pó e eles ficam tomando o banho da semana, *-* a gaiola deles precisam ser limpas 1 vez por semana, mesmo assim eles não fedem como os hamsters! Os gastos são apenas com a serragem que coloca dentro da gaiola, igual para hamsters, e claro; a comida, que é semente de girassol, aveia, ração para hamsters, podem dar pedacinhos de pão e frutas, nada de doce e nem muito salgado! Os cuidados: apenas com os dentinhos, que cresce muito rápido e precisam ser desgastados todos os dias roendo papelão ou cascas de árvores.

    Basicamente é isso... Se você quiser um bichinho de estimação novo, indico muito que compre o esquilinho ou esquilinha. *-* Nunca compre um casal, pois eles podem se matar! Se for comprar 2, compre do mesmo sexo.


A mel tentando acordar a Cristal. kk


O post chegou ao fim: espero que tenham gostado do post, e leram até o final... Agora quero saber de vocês... Vocês conheciam os Esquilos da Mongólia? Já tiveram um? Vão adotar a ideia de ter um depois de ter lido esse post? Só quero deixar bem claro que vale a pena! Qualquer dúvida sobre eles é só perguntar nos comentários que eu respondo. Assistam o vídeo da Cristal fazendo bagunça com a Mel.*-*


PS: Todas as fotos dessa postagem são minhas, tirei dos meus próprios esquilos.


ATUALIZANDO O POST:

Hoje (01 de maio de 2014) a Melzinha morreu. Nem vou falar muito porque estou triste! Hoje quando fui ver elas a Mel estava super gelada, o clima daqui da minha cidade esfriou e ela acabou passando frio de madrugada eu acho que ela ficou com hipotermia, eu passei a tarde toda tentando esquentá-la, pensei que ela iria sobreviver, mas acabou morrendo nos meus braços ainda. :/ Ela teve um ataque, começou a tremer nos meu braços e acabou morrendo. Eu me apego muito aos animais que tenho, alguns podem achar que é idiotice da minha parte, mas não é! Eu amo os animais mais do que pessoas, eles são sinceros, carinhosos, parceiros de verdade e é por isso que cuido com todo amor e carinho, apenas retribuo o que eles me proporcionam. E acredito que em algum lugar exista o céu dos animais, porque eles são puros, não existe alma mais pura do que a de um animal! Vá com Deus Mel. Eu te amo demais! Obrigada por ter me feito feliz nesses 1 ano e 5 meses.





Me acompanhe pelo Instagram | @nahboa


NAH BOA - No ar desde 15 de agosto de 2013
LAYOUT POR LUSA AGÊNCIA DIGITAL| PROIBIDO A CÓPIA DE QUALQUER CONTEÚDO E LAYOUT DESTE SITE. PLÁGIO É CRIME / lei 9610/98